spot_imgspot_img

Discurso de Lula é repetição do que vem sendo dito no debate público


Comentei na Live UOL desta quinta-feira (21) o discurso de Lula (PT), em Garanhuns (PE).

O petista disse que Bolsonaro já sabe que vai perder a eleição e, por isso, está inventando mentiras sobre as urnas eletrônicas.

Ele também pediu para que os eleitores fiquem atentos ao pacote de “bondades” do governo e à PEC dos Auxílios, que terá validade no período eleitoral, com pagamentos até dezembro.

“Agora ele resolveu criar programa de três meses, até dezembro, para taxista, para motoristas, (aumento do Auxílio Brasil de 400 para) 600 reais. Se cair o dinheiro na conta, gaste e depois dê uma banana pra ele (Bolsonaro)”, aconselhou o candidato do PT.

Eu, Felipe, antecipei no rádio no fim de 2021 que Bolsonaro passaria o ano de 2022 tentando comprar votos e que, portanto, caberia aos demais candidatos fazer um discurso preventivo, antecipando o alerta aos beneficiários de programas de transferência de renda de que o presidente só afeta preocupação com eles em período eleitoral e não mereceria seus votos.

Em seu discurso tardio, Lula reproduz o expediente com atraso, após seu partido ter, inclusive, ajudado Bolsonaro a aprovar a PEC do Desespero, dando-lhe uma sobrevida política.

O candidato do PT ainda acrescentou, como vem sendo dito nesta coluna e na Live UOL, que o presidente está com medo, desesperado, e que a reunião com embaixadores estrangeiros foi um sintoma de seu pressentimento de derrota, a primeira em 30 anos.

O que Lula diz é uma repetição do que já vem sendo dito no debate público, já que o petista não tem muita capacidade de dar expressão própria à realidade imediata ou ter um insight sobre algo que está acontecendo, embora consiga fazer analogias populares e traduzir para a massa os assuntos de maneira mais simples, ou melhor, simplista, já que geralmente elimina nuances e elementos incômodos à própria narrativa.

Na Live UOL, falamos também sobre o encontro de Bolsonaro com o irmão de Marcelo Arruda, petista assassinado pelo policial bolsonarista Jorge Guaranho, e sobre a oficialização da campanha de Ciro Gomes, pelo PDT.

Com Madeleine Lacsko, debato os principais assuntos do país diariamente, das 17h às 18h, com transmissão ao vivo nos perfis do UOL no YouTube, no Facebook e no Twitter.





Source link

Get in Touch

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img

Related Articles

spot_img

Get in Touch

0FansLike
3,437FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

Latest Posts