spot_imgspot_img

Menina não pode ser submetida à moral que produz morte


O pastor Henrique Vieira, pré-candidato a deputado federal pelo Psol, se posicionou a favor do aborto da menina de 11 anos que foi impedida de realizar o procedimento em Santa Catarina. Em participação no UOL News, nesta quinta-feira (23), ele afirmou que a garota “não pode ser submetida a uma moral que produz morte”.

“Em nome de uma suposta defesa da vida, se defende uma política que penaliza e culpabiliza as mulheres. Não acolhe as mulheres. E o resultado final é produção da morte. Essa menina deve ter o direito resguardado. Defender a vida é dar direito a ela de se proteger. Ela está correndo risco e não pode ser submetida a uma moral que produz morte”, comentou Henrique Vieira.

O pastor disse que é favor da legalização do aborto porque entende que “mulheres pobres fazem o aborto de maneira clandestina e acabam morrendo”. E disse que vê uma hipocrisia entre os evangélicos que estão lutando contra o aborto da menina.

“É muito curioso como a lógica extremista religiosa é indiferente ao sofrimento humano. É insensível, seletiva e hipócrita. Não se preocupam com a violência cotidiana com mulheres, indígenas, negras ou com o genocídio da juventude negra. A menina foi vítima de violência e é preciso entender a lógica que opera contra as mulheres”, destacou o pastor.





Source link

Get in Touch

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img

Related Articles

spot_img

Get in Touch

0FansLike
3,376FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

Latest Posts