spot_imgspot_img

STF exige laudo de áudio em que Roberto Jefferson diz receber visitas


O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes determinou que a PF (Polícia Federal) elabore um laudo sobre um áudio em que o presidenciável Roberto Jefferson afirma estar recebendo visitas e orienta dirigentes do seu partido, o PTB (Partido Trabalhista Brasileiro). Ele cumpre prisão domiciliar por determinação judicial em razão de tumultuar o processo eleitoral e proferir discursos de ódio e atacar instituições democráticas.

Segundo o jornal O Globo, Roberto Jefferson enviou áudio para políticos do seu partido nesta semana no qual dá orientações para o diretório estadual da sigla no Rio Grande do Sul. Na ocasião, o presidenciável também teria falado que recebeu membros do partido em casa.

Moraes estipulou o prazo de 5 dias para a conclusão da análise do material e ainda exigiu que a defesa do político preste esclarecimentos em até 24 horas.

“Encaminhem-se os autos à autoridade policial para que, no prazo de 5 (cinco) dias, elabore laudo acerca do vídeo contendo áudio por meio do qual o denunciado, ROBERTO JEFFERSON MONTEIRO FRANCISCO, afirma estar recebendo visitas e passa orientações a dirigentes do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), em descumprimento das medidas cautelares impostas judicialmente”, exigiu o ministro da Corte.

Em 2021, Moraes determinou que Roberto Jefferson não tivesse contato com o exterior, “uma vez que permanece na condição de preso, inclusive sendo vedada a participação em redes sociais de sua titularidade, de interpostas pessoas ou partidos políticos”.

Quem é Roberto Jefferson?

Advogado nascido em Petrópolis (RJ), Roberto Jefferson tem 69 anos e circula há décadas na política nacional. Antes de fazer carreira na política, chegou a participar de programas de televisão na década de 1980. Participou dos programas Aqui e Agora, em uma espécie de júri simulado, na TV Tupi; e do programa Domingo à Noite, na TVS, atualmente SBT. Também foi apresentador do programa O Povo na TV, também na TVS.

Seu primeiro mandato como deputado federal foi em 1983 e depois disso emendou seis mandatos consecutivos. Teve seu mandato cassado após confessar participação no esquema do Mensalão. Ficou conhecido nacionalmente por denunciar o esquema de compra de votos, escândalo do qual também participou. Foi condenado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Em agosto de 2021, Jefferson teve prisão preventiva decretada pelo ministro Alexandre de Moraes por ataques às instituições em redes sociais. Suas contas em redes sociais também foram bloqueadas. Em janeiro deste ano, por questões de saúde, Jefferson passou a cumprir prisão domiciliar.

Em atualização…

*Com Agência Brasil





Source link

Get in Touch

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img

Related Articles

spot_img

Get in Touch

0FansLike
3,437FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

Latest Posts