spot_imgspot_img

Peugeot 208 recebe duas estrelas em teste de colisão


Apenas uma semana depois de divulgar os resultados do crash-test para Fiat Argo/Cronos e Volkswagen Taos, o Latin NCAP revela o desempenho de segurança de mais um carro para a região. Desta vez, o escolhido foi o Peugeot 208, que recebeu duas estrelas do total de cinco estrelas possíveis. A organização aponta que o compacto tem uma boa performance no impacto dianteiro e lateral, mas a proteção para crianças ficou abaixo da expectativa.

De acordo com o Latin NCAP, o resultado da colisão dianteira foi bom para o Peugeot 208, mostrando uma proteção boa para a cabeça e o pescoço, enquanto a região do peito foi considerada marginal. A carroceria foi considerada instável e não aguentaria um impacto acima dos 64 km/h do teste padrão. Na batida lateral, a proteção foi considerada boa para cabeça, tórax, abdômen e pelvis. Como não tem airbags de cortina, não fez o teste de impacto contra poste.

O que atrapalhou o desempenho do hatchback foi o resultado na proteção infantil. O Latin NCAP argumenta que faltou o botão de desativação do airbag do passageiro, para quando for necessário instalar uma cadeirinha no assento dianteiro. A ONG ainda diz que há um problema com a geometria do cinto de segurança e do assentos, além do encosto do banco traseiro ter se desprendido e caído na cabeça do dummy utilizado. A Peugeot já fez ajustes e o problema do encosto teria sido resolvido.

O outro carro testado foi o Hyundai Tucson, em uma situação curiosa. É a geração anterior do carro, importada da Coreia do Sul para alguns mercados. E ainda é na versão mais básica, com somente dois airbags. O SUV médio recebeu nota zero por um baixo desempenho do impacto lateral por conta da falta de airbags laterais e não pode fazer o teste de poste. Outro problema que afetou a nota foi ter cinto de segurança de dois pontos no banco central traseiro. A Hyundai ainda não quis recomendar uma cadeirinha infantil, então o assento usado teve um resultado ruim.

A situação do Tucson é estranha pois o Latin NCAP adquiriu o veículo pois a expectativa era que a geração anterior chegasse apenas em 2023 na América Latina, então a ONG queria mostrar a segurança do carro que ficaria no mercado por mais um tempo. Porém, após o carro já ter sido comprado para o teste, a nova geração do Tucson acabou chegando a alguns mercados. O resultado não vale para o “New Tucson” vendido no Brasil, que tem seis airbags de série e cinto de segurança de três pontos em todos os bancos.



Source link

Get in Touch

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img

Related Articles

spot_img

Get in Touch

0FansLike
3,376FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

Latest Posts