spot_imgspot_img

Para marcar o mês do Orgulho LGBTQIA+, estação do metrô recebe exposição.


Uma árvore coberta de fitas nas cores da bandeira LGBTQIA+ está despertando a atenção dos passageiros que passam pela Estação Central (rodoviária) do Metrô-DF. A instalação chamada de “Árvore do Orgulho”, que está montada na área livre da estação, inunda o local com cores e com informações sobre direitos e cidadania;

A obra foi aberta ao público nesta terça-feira (21), além disso, há uma exposição de fotos inéditas “Direito a Ser Feliz”, de autoria da fotojornalista Cynthia Pastor. As imagens mostram homossexuais, bissexuais e pessoas trans de Brasília que exerceram algum direito relacionado à orientação sexual ou identidade de gênero.

O objetivo da exposição é informar sobre os direitos negados a pessoas LGBTQIA+ no Brasil, por meio de exemplos de histórias reais.

A iniciativa é de um coletivo chamado Brasília Orgulho, que organiza o festival com o mesmo nome e a parada LGBT da cidade. Com o intuito de transformar as estações de metrô em espaços culturais e cidadania, a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), por meio da Gerência de Projetos Especiais, fechou a parceria com o coletivo para abrigar as obras.

A exposição e a instalação fazem parte do Festival Brasília Orgulho, que se encerrará no dia 3 de julho com a 23ª Parada do Orgulho LGBTS da capital. O evento, executado pela ONG Habra, é a volta da marcha presencial depois de dois anos sem poder ir às ruas por conta da pandemia.

Além do Metrô-DF, são apoiadores da iniciativa as embaixadas da Austrália e Dinamarca, a faculdade IDP, o Instituto Pride, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa e OAB-DF.





Source link

Get in Touch

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img

Related Articles

spot_img

Get in Touch

0FansLike
3,376FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

Latest Posts