spot_imgspot_img

Vendas de minério de ferro da Vale caem 2,3% no 2º trimestre


Companhia reduziu as estimativas de produção para este ano

As vendas de minério de ferro da Vale (VALE3) no segundo trimestre somaram 64,318 milhões de toneladas, uma queda de 2,3% frente a igual período do ano passado. Já as vendas de pelotas subiram 15,6% na mesma comparação, para 8,843 milhões de toneladas.

As vendas de finos de minério de ferro e pelotas totalizaram 73,2 milhões de toneladas no segundo trimestre, com um prêmio que atingiu US$ 7,3 por tonelada.

As vendas de níquel da empresa no segundo trimestre foram de 39,3 mil toneladas, uma queda de 17,1% frente a igual período do ano passado.

No cobre, as vendas somaram 51,5 mil toneladas, recuo de 30,6% na comparação com o segundo trimestre de 2021.

Produção do ano deve cair

A Vale reduziu suas estimativas para a produção de minério de ferro e de cobre para este ano. A empresa mudou o “guidance” para o minério de ferro de 320 milhões a 335 milhões de toneladas para uma nova projeção entre 310 milhões e 320 milhões de toneladas.

No relatório de produção, divulgado nesta terça-feira (19), a mineradora ressaltou que a redução no minério de ferro aconteceu devido a atividades pontuais de homogeneização de estoques em Ponta da Madeira para ajustar níveis de umidade; pela venda do Sistema Centro-Oeste (com efeito de cerca de 3,5 milhões de toneladas/ano); e para garantir maior flexibilidade na produção devido às condições atuais do mercado.

“A estimativa revisada está em linha com nossa filosofia de ‘value over volume’ [valor sobre volume]”, disse a companhia no relatório.

Estimativa para o cobre é de redução na produção

No cobre, a estimativa passou de até 355 mil toneladas de produção este ano para algo entre 270 mil a 285 mil toneladas. Segundo a empresa, redução no “guidance” aconteceu devido à manutenção mais longa do que o esperado na planta de Sossego e pela manutenção adicional na planta de Salobo identificada para 2022.

A Vale fechou o segundo trimestre com produção de minério de ferro de 74,1 milhões de toneladas, uma queda de 1,2% frente a igual período do ano passado. Já a produção de pelotas subiu 8,3% na mesma comparação, para 8,672 milhões de toneladas.

Por que a produção da Vale caiu

No comunicado enviado ao mercado, a mineradora frisou que a produção foi negativamente impactada por restrições pontuais na cadeia de fornecedores e pela menor disponibilidade de “run of mine” (ROM, minério bruto retirado diretamente da mina) causados por processos de licenciamento mais lentos.

A empresa frisou ainda que, na produção de pelotas houve redução das atividades de manutenção na unidade de Omã e aumento da disponibilidade de “pellet feed” na planta Vargem Grande.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico



Source link

Get in Touch

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img

Related Articles

spot_img

Get in Touch

0FansLike
3,431FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

Latest Posts