spot_imgspot_img

“Se não mudarmos, amanhã vai acontecer de novo”


Após a derrota diante do Fluminense por 2 a 1 neste domingo, 24, o técnico Maurício Barbieri foi questionado na entrevista coletiva sobre vários temas. Um deles envolvia o zagueiro Renan e o acidente de carro do jogador, que matou um motociclista dois dias atrás. Na última sexta-feira (22), o zagueiro Renan foi preso pela Polícia Civil após se envolver em um acidente de trânsito com morte, na altura do Km 47 da Rodovia Alkindar Monteiro Junqueira. Segundo informações da Polícia Civil, o jovem apresentava sinais de embriaguez e se negou a fazer o teste do bafômetro.

Para saber tudo sobre o RED BULL BRAGANTINO, siga o perfil do Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Após o jogo contra o Fluminense, Maurício Barbieri falou sobre o acidente envolvendo Renan.

– Nós todos somos seres humanos. É claro que o fato é triste e é extremamente lamentável. Lógico que a gente sente, mas volto a dizer, isso perto de quem perde um ente querido, de quem perde um pai é irrisório, não tem significado nenhum. Acho que nesse momento só posso me solidarizar com a dor das pessoas que perderam, das vidas que ficam porque nunca mais serão as mesmas – disse o treinador.

Por fim, Maurício Barbieri foi além e disse que é preciso mudar como sociedade.

– Se nós enquanto sociedade não mudarmos, amanhã vai acontecer de novo. Vai acontecer com outras pessoas, pode acontecer com alguém que eu conheça, pode ser com um ente querido. A gente não consegue voltar atrás, é inevitável. Isso não apaga a dor, mas se eu posso em alguma coisa deixar uma mensagem é isso: nós todos somos corresponsáveis de certa maneira, uma vez que nós como sociedade continuamos permitindo entre aspas que isso aconteça – finalizou.

Informações preliminares apontaram que o veículo conduzido pelo jogador teria invadido a faixa contrária e bateu de frente em uma motocicleta. O motociclista de 38 anos não resistiu e morreu no local. Ele deixa a esposa e duas filhas. A Polícia Rodoviária Estadual informou que o jovem não tinha CNH definitiva e que estava com a permissão suspensa para dirigir.

Na manhã do último sábado, 23, o jogador passou por audiência de custódia e o juiz Fábio Camargo concedeu liberdade provisória a Renan. Segundo informações de Lucas Rangel, da TV Vanguarda, o atleta terá que pagar fiança, no valor de 200 salários minímos, cerca de R$ 242 mil, além de ter que comparecer em todos os atos do processo.

Dessa forma, ficou decidido também que o jovem está proibido de frequentar bares e casas noturnas. Além disso, foi estipulado o prazo de 72 horas para que Renan entregue o seu passaporte à Polícia Federal.










Source link

Get in Touch

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img

Related Articles

spot_img

Get in Touch

0FansLike
3,431FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

Latest Posts