spot_imgspot_img

Turistas com pouco dinheiro: conheçam os países onde nossa moeda está valorizada


Conheça cinco lugares onde R$ 1 compra mais coisas do que aqui

Malas prontas, passaporte ok, vontade de ganhar o mundo bombando. Mas e a grana? Se o dinheiro está curto, há uma saída que pode ser interessante: existem países onde nossa moeda, o real, é valorizado. Quais países são esses? Priscilla Pereira, personal travel da Flyworld Turismo nos deu algumas dicas sobre quais países podem ser uma boa opção. Bora lá!

A "cidade perdida dos Incas", Macchu Picchu, encravada no meio dos Andes, no Peru.
A “cidade perdida dos Incas”, Macchu Picchu, encravada no meio dos Andes, no Peru. – Foto: Willian Justen de Vasconcelos/Unsplash

Peru

O terceiro maior país sul-americano possui vários motivos para te encantar, tem muita história para conhecer na cidade perdida dos povos Incas. Machu Picchu no Peru é uma das maravilhas do mundo moderno. O Peru compartilha com alguns países vizinhos uma de suas maiores riquezas naturais: a Cordilheira dos Andes. A moeda do Peru é desvalorizada em relação ao real. Por esse motivo, conseguimos conhecer o país vizinho por um valor razoável.

R$ 1 vale por volta de 1,40 novo sol peruano.

O parque nacional Sajama, na província de Oruro, na Bolívia
O parque nacional Sajama, na província de Oruro, na Bolívia. – Foto: Alain Bonnardeaux/Unsplash

Bolívia

A Bolívia é uma ótima opção de destino barato da América do Sul, que esbanja charme e riqueza cultural. Você pode começar a viagem do alto dos 3.600 metros de altitude da capital La Paz. Atualmente, o maior deserto de sal do mundo, o Salar de Uyuni vem ganhando popularidade na internet e pode render uma viagem simplesmente inesquecível.

R$ 1 vale por volta de 1,29 bolivianos.

Cartagena das Índias, na Colômbia
Região central de Cartagena das Índias, a cidade amuralhada da Colômbia, no Caribe. – Foto: Leandro Loureiro/Unsplash

Colômbia

A Colômbia também encanta a todos! Isso porque possui uma cultura muito rica, cenários urbanos com uma arquitetura colonial linda e praias paradisíacas.  O transporte é bem barato e eles têm um sistema eficiente de BRT. Já em cidades como Cartagena, Medellín e San Andrés, os preços são bem parecidos com os praticados no Brasil no quesito hospedagem e alimentação.

R$ 1 vale por volta de 831 pesos colombianos.

Istambul, na Turquia
A “cidade entre continentes”, Istambul, na Turquia, é dividida em duas pelo estreito de Bósforo, que também é um dos marcos divisores dos continentes europeu e asiático. – Foto: Dmitry Kropachev/Unsplash

Turquia

Com uma beleza única e exótica fruto de sua mistura entre Ocidente e Oriente, a Turquia é um dos países mais baratos da Europa. Com sua moeda própria, a lira turca, desvalorizada frente ao dólar e ao euro, os valores de hospedagem, alimentação e passeios no país são bem menores se comparados a outros destinos europeus. Há ainda a pitoresca região da Capadócia, na parte asiática do país. Porém, ela pode sair um pouco mais cara se você fizer questão de realizar o famoso voo de balão.

R$ 1 vale por volta de 3,34 liras turcas.

Glaciar Perito Moreno, na Argentina
A geleira Perito Moreno é um glaciar da Patagônia Argentina localizado quase na divisa com o Chile. – Foto: Rachel Jarboe/Unplash

E a Argentina? É tudo isso mesmo?

A resposta é: sim! “A Argentina virou um dos destinos favoritos para os viajantes brasileiros, para que você entenda melhor essa questão, é necessário levar em consideração alguns fatores”, explica Priscilla. Entre eles:

  • Por fazer parte do Mercosul, não é necessário visto para ingressar ao país, basta levar RG ou passaporte. E isso anima muitos brasileiros.
  • Quem gosta de frio vai poder esquiar nas estações de Bariloche, já quem curte natureza vai ficar deslumbrado com a Patagônia.
  • A desvalorização do peso frente ao real tornou o país ainda mais atrativo para o brasileiro.
  • A Argentina consta com uma estrutura fantástica para receber turista com mais diferentes níveis de poder aquisitivo.

R$ 1 vale por volta de 24 pesos argentinos.

O que considerar quando estiver escolhendo um país para viajar?

São muitas coisas que são necessárias considerar na hora de viajar para outro país:

  • O primeiro fator que deve ser levado em consideração é o período da viagem, sempre dê preferência para viajar na baixa temporada;
  • Prefira dinheiro em espécie ao cartão de crédito. Isso evita gastos extras com o IOF e você não fica à mercê da flutuação do câmbio;
  • Planejar viagem com antecedência para pegar as melhores tarifas e ter opções de escolha de hospedagem;
  • Pesquisar valores de passeios, transporte, restaurantes e custos de alimentação antes de ir;
  • Verificar os requisitos necessários para ingressar no país (principalmente na pandemia, alguns países estão exigindo vacina, seguro-viagem com cobertura de Covid).

Colaborou Anne Dias



Source link

Get in Touch

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img

Related Articles

spot_img

Get in Touch

0FansLike
3,435FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

Latest Posts