spot_imgspot_img

MPF denuncia homem que participou de ataque à agência em Itajubá (MG)


O Ministério Público Federal denunciou à Justiça um homem de 32 anos, por participação no ataque a uma agência da Caixa Econômica Federal em Itajubá, no sul de Minas, em junho deste ano. O suspeito foi o único dos envolvidos no ataque a ser preso até o momento. Para a Polícia Militar, pelo menos 12 pessoas participaram do crime.

De acordo com a denúncia, o suspeito participou ativamente do planejamento e da execução do assalto à agência. Visitou a cidade dias antes para analisar a segurança no local e estudar as rotas de chegada e fuga da quadrilha. Ele teria emprestado um veículo usado na ação e alugado outro que ele mesmo conduziu na noite do ataque, agindo como batedor, indicando para os outros envolvidos locais onde haviam barreiras policiais.

O homem, que é de São Paulo, foi preso pela Polícia Militar poucas horas após o crime em uma estrada de terra entre os municípios de Cambuí e Consolação. Durante a prisão, conforme a PM, ele teria entrado em contradição sobre o motivo de estar no local com o carro alugado, e depois teria admitido ter participado do assalto.

A Justiça Federal chegou a revogar a prisão do suspeito, mas a decisão foi revertida e ele continua preso em uma unidade prisional da região. A denúncia do Ministério Público apontou ainda evidências do uso de explosivos e armamentos pesados pelos criminosos. Vários dos veículos apreendidos foram modificados para facilitar a ação dos bandidos.

Ainda conforme a denúncia, a quantidade de bandidos dentro da agência era tão grande que o esquadrão antibombas demorou cerca de 17 horas para localizar, retirar e neutralizar os artefatos. Parte do arsenal utilizado foi apreendido em uma casa em São Paulo.

As investigações indicam ainda que os criminosos conseguiram acesso a cofres da agência e levaram dinheiro e joias. Mas os valores não foram divulgados.

A agência, localizada no centro de Itajubá, ficou quase totalmente destruída. A quadrilha também atacou uma unidade da Polícia Militar. Um policial ficou ferido no ombro, um estudante que passava pelo local foi atingido de raspão na perna.

Mesmo com a denúncia do Ministério Público Federal, as investigações continuam tanto por parte da Polícia Federal como da Polícia Civil de Minas.





Source link

Get in Touch

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img

Related Articles

spot_img

Get in Touch

0FansLike
3,434FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

Latest Posts