spot_imgspot_img

Morre adolescente que havia contraído raiva humana no Distrito Federal


Após 44 anos o Distrito Federal apresentou o 1º caso de raiva humana, um adolescente, com faixa etária de 15 a 18 anos, que veio a óbito neste sábado (30), segundo informações divulgadas pela Secretaria de Saúde (SES).

O paciente havia sido internado na unidade de terapia intensiva (UTI), no dia 20 de junho já em estado grave.

Menos de 1 mês depois, no dia 4 de julho, a SES recebeu o resultado do teste de RT-PCR positivo para o vírus da raiva e confirmado que seria uma variante originária do morcego. “Todas as medidas necessárias de investigação epidemiológica, controle e profilaxia foram tomadas pela SES, junto aos familiares, contatos próximos e profissionais de saúde”, garantiu a Secretaria de Saúde, em nota.

Veja a nota da Secretaria de Saúde na íntegra:

A Secretaria de Saúde (SES) informa o registro de óbito por raiva humana, ocorrido neste sábado (30). Trata-se de um jovem do sexo masculino, na faixa etária de 15 a 18 anos, que estava internado na rede particular do Distrito Federal desde o dia 20/06/2022.

Todas as medidas necessárias de investigação epidemiológica, controle e profilaxia foram tomadas pela SES, junto aos familiares, contatos próximos e profissionais de saúde.

Medidas de bloqueio de foco e controle animal foram intensificadas em todo o Distrito Federal, a exemplo, da antecipação da campanha de vacinação antirrábica animal em áreas urbanas e rurais. Até sexta-feira passada (29), a SES vacinou 120.282 animais entre cães e gatos.

A SES reforça que a melhor medida de prevenção é a vacinação dos animais. Caso aconteça um acidente de agressão com um potencial transmissor da raiva, é necessário lavar o ferimento e procurar uma unidade de saúde para avaliação médica”.

 





Source link

Get in Touch

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img

Related Articles

spot_img

Get in Touch

0FansLike
3,434FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

Latest Posts