Quantidade de hectares incendiados no DF dobra. Bombeiros mostram como evitar focos – Blog do Callado
Quantidade de hectares incendiados no DF dobra. Bombeiros mostram como evitar focos – Blog do Callado
Quantidade de hectares incendiados no DF dobra. Bombeiros mostram como evitar focos   Blog do Callado
Quantidade de hectares incendiados no DF dobra. Bombeiros mostram como evitar focos Blog do Callado
Quantidade de hectares incendiados no DF dobra. Bombeiros mostram como evitar focos Blog do Callado

O grande volume de chuvas no começo deste ano contribuiu para o aumento significativo da área de verde no cerrado – o que, no período de estiagem, cresce a possibilidade de queimadas.

“Houve o aumento da área da massa de vegetação, que neste período torna-se mais suscetível a incêndios”, explica o comandante especializado do CBMDF, coronel Álvaro Albuquerque.

Pelos cálculos do CBMDF, no período acima o Distrito Federal teve um total de 3.035,57 hectares de área queimada. No ano passado, no mesmo período, foram 1.436,41 hectares.

Como forma de prevenir os incêndios florestais, a corporação realiza uma série de atividades por meio da Operação Verde Vivo, colocada em prática anualmente. Porém, a participação da população ainda é a primordial no combate às queimadas.

“Alguns comportamentos ainda permanecem, como fogueiras mal condicionadas ou limpeza de terreno com uso de fogo. Mas, em 20 anos de dedicação à área ambiental, percebo que a população está mais consciente e é perceptível a mudança de comportamento”, relatou Albuquerque.

Os cuidados 

O CBMDF listou o que é necessário para coibir incêndios florestais:

– Retirar toda a vegetação no local em que fizer fogueiras, inclusive deixar um espaço maior do que a área que será utilizada;

– Não atear fogo para limpeza de terrenos, lixo ou resto de podas de árvores;

imagem19-08-2019-21-08-16
imagem19-08-2019-21-08-16

– Após fumar, apagar o cigarro e descartá-lo em local adequado;

–  Ao identificar um incêndio, procurar um local seguro, distante do fogo e da fumaça. Ligar para o 193 e indicar o local exato do incêndio, se possível, com pontos de referência.

A Operação Verde Vivo é executada em quatro fases. A primeira delas ocorre entre abril e maio. Nesta etapa a corporação foca na conscientização da comunidade, em especial dos moradores de áreas rurais. É também o período em que bombeiros são capacitados para atuar no combate a incêndios no Cerrado.

Na segunda fase, os militares ficam de prontidão para o combate às chamas. A terceira fase – que compreende os meses de agosto a outubro – é a mais crítica, pois compreende o período de estiagem, em que as queimadas tendem a aumentar.

A partir deste estágio, as unidades do Corpo de Bombeiros ficam mobilizadas para o atendimento a casos de incêndios no Cerrado. Em novembro, com o início das chuvas, ocorre a desmobilização gradual das equipes destacadas exclusivamente para as queimadas.

Palestras

O CBMDF ainda disponibiliza um telefone para agendamento de palestras sobre o tema.

3901.2930Número de telefone para agendamentos de palestra do CBDF

“Fazemos visitas em escolas, em condomínios, para fazer orientações quanto às causas e cuidados, e como proceder em casos de incêndios florestais”, lembra Albuquerque.

Mas este trabalho faz parte da fase da desmobilização, após novembro.

* Com informações da Secretaria de Segurança Pública-DF

Post Views: 8.574

Relacionado

Comentários

Atenção! Os comentários do Jornal Fogo Cruzado DF são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.

imagem19-08-2019-21-08-17
imagem19-08-2019-21-08-17
Conteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade