Atenção!!! moradores da cidade Estrutural chegou um novo aplicativo que o  governo de Brasília lançou quarta-feira (31) um aplicativo que permite ao passageiro consultar os horários dos ônibus em tempo real e traçar destinos. A posição dos veículos será monitorada por GPS.

O aplicativo +Ônibus Brasília, que permite ao passageiro consultar os horários dos ônibus em tempo real e traçar destinos.


Para a cidade Estrutural esse é um avanço muito significativo. Quando a pessoa tem a possibilidade de saber com exatidão o horário de ônibus, ela fica muito mais confortável e segura, pois só precisa ir para o ponto de ônibus na hora certa.

Caso haja um acidente, por exemplo, o passageiro saberá a hora atualizada em que o transporte passará por onde ele está.

Para traçar possíveis rotas, basta definir um ponto de partida e um de chegada para saber quantas linhas fazem o itinerário e o horário delas.

Se o passageiro quiser saber apenas as opções que circulam por determinado lugar, é só informar a localização para ter acesso a todas as linhas que passam por ali.

O aplicativo já está disponível na Google Play (por enquanto, é preciso pesquisar como +Ônibus geocontrol) e, até dia 15 de fevereiro, estará também na Apple Store. Por enquanto, apenas informações referentes às linhas operadas pelas empresas Piracicabana e Marechal estão disponíveis.

Quem preferir acessar por meio de um endereço eletrônico, deve acessar o site do Bilhete Único, pelo banner do aplicativo.

A ferramenta foi desenvolvida por uma empresa contratada pelas concessionárias que operam o sistema.

“As pessoas vão conseguir planejar suas viagens com muito mais facilidade e conforto.”

O Centro vai monitorar os ônibus em tempo real  e vai
Fornecer as informações para a população, foi possível graças a uma série de outras medidas. A primeira foi a instalação do GPS por meio de chips nos ônibus, que transmitem as informações para centros de comandos das empresas, que replicam os dados para o Centro de Supervisão Operacional do governo, também que já foram entregues.

Esses dados recebidos pelo Centro de Supervisão Operacional em um mapa com o georreferenciamento dos coletivos, que funciona na sede do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), é que são repassados à população.

Em 90 dias, toda a frota das cinco empresas que operam o sistema será acompanhada. O centro vai ser gerido pelo Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) e terá a participação de funcionários da Subsecretaria de Fiscalização, Auditoria e Controle da Secretaria de Mobilidade e das concessionárias.

As entregas fazem parte do Circula Brasília — Programa de Mobilidade Urbana do Distrito Federal.

Por: Suzana Oliveira