20ª edição do Moto Chico ajuda a ocupar 90% da rede hoteleira de Petrolina
20ª edição do Moto Chico ajuda a ocupar 90% da rede hoteleira de Petrolina

11.07.19 MOTO CHICO (3) (1)
11.07.19 MOTO CHICO (3) (1)
Foto: Ascom PMP/divulgação

Foram 36 horas de viagem para chegar a Petrolina. Antônio Alves veio de Itaquaquecetuba, Interior de São Paulo, na garupa da motocicleta da esposa para participar da 20ª edição do Moto Chico. O evento, que começou nesta quinta-feira (11) e prossegue até o domingo (14), atrai motociclistas de todo país e incrementa o trade turístico. A movimentação vista nas ruas da cidade foi comprovada por uma pesquisa feita pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), a qual apontou que os hotéis do município já registram 90% de ocupação.

O levantamento foi feito ontem, tendo como base 12 dos principais hotéis de Petrolina. Ivo Vieira, presidente do motoclube Escorpiões Estradeiros de Alagoinhas (BA), fez a reserva do hotel com seis meses de antecedência. “Participamos do Moto Chico há 15 anos, aqui somos muito bem recebidos por nossos amigos e nos sentimos em casa, por isto fazemos questão de planejarmos a viagem cedo”, conta.

O titular da Sedetur, Emicio Júnior, destaca que o encontro realizado pela Associação Moto Chico já está consolidado no calendário de eventos de Petrolina. “É nosso dever, enquanto representantes do poder público, incentivar um encontro tão tradicional e significativo não só para o nosso município, mas em âmbito nacional. Neste ano, fornecemos toda a estrutura necessária para viabilizar o evento”, pontua.

O Moto Chico é um evento sem fins lucrativos. “Essa é uma festa de Petrolina. Hoje não conseguiríamos fazer um evento dessa dimensão sem ter linha profissional, com a entrada gratuita, sem o apoio da prefeitura”, constata José Ivanildo Barros, um dos organizadores do evento. Até o domingo, a programação do encontro conta com exposição de motos, estandes temáticos, shows de manobras radicais e atrações musicais.