Menina abandona o islamismo, é espancada e adotada por uma cristã
Menina abandona o islamismo, é espancada e adotada por uma cristã
PROPAGANDA

Seguir a Jesus Cristo nos países onde o islamismo é encarado como religião oficial não é nada fácil. Quando o fiel se trata de uma criança, então, a dificuldade de se colocar diante da pressão familiar é ainda maior, visto que muitos usam da autoridade moral e até a força física para punir os filhos que se tornam cristãos.

PROPAGANDAPROPAGANDA

Uma menina chamada Hadijah, residente em uma região pobre de Uganda, na África, é um exemplo do que a Bíblia diz no livro de Mateus, capitulo 10, dos versos 21 ao 22, como está escrito:

“Um irmão entregará à morte seu irmão, e o pai ao filho, e os filhos se rebelarão contra seus pais e lhes causarão a morte. E, por causa do meu Nome, sereis odiados de todos. Contudo, aquele que permanecer firme até o fim será salvo”.

Com apenas 5 anos, Hadijah teve a oportunidade de entrar em uma igreja evangélica e ouvir uma música que falava do amor de Jesus Cristo. Àquilo encantou a pequena criança, que decidiu se tornar cristã, contrariando a vontade do seu pai, seguidor do islamismo.

Decidida em seguir a Cristo, a pequena cristã continuou se aproximando do Evangelho, enquanto era espancada por seu pai. Essa foi a rotina de Hadijah até os 11 anos de idade, quando teve a oportunidade de conhecer uma mulher que mudaria a sua vida para sempre.

Mellina, uma mulher cristã que conhecia a rotina de violência envolvendo Hadijah, resolveu oferecer proteção para ela em sua própria casa. Para surpresa de todos, o pai da criança permitiu que a filha fosse morar com a cristã.

“Ela não tinha amor de ninguém. Até outras crianças batiam nela”, disse Mellina, segundo informações da UG Christian News.

Atualmente o pai de Hadijah está mais compreensivo com a decisão de fé da filha. Ele até já enviou ajuda financeira para ela, segundo relatos da organização Portas Abertas.

Conteúdo Bloqueado

Ajude-nos a crescer! Compartilhe esta matéria com seus amigos no Facebook clicando no botão abaixo para desbloquear o conteúdo automaticamente. Compartilhar é grátis!

Clicando no botões você concorda com os termos de uso e política de privacidade