Doze mandados são cumpridos em nova fase da Operação Terra Limpa

A Polícia Civil do Distrito Federal, por intermédio da Delegacia do Meio Ambiente –PCDF/DEMA, deflagrou, na manhã desta quinta-feira (14), a quinta fase da Operação Terra Limpa, que combate a grilagem de terras em todo o Distrito Federal. Foi cumprido um mandado de prisão preventiva e 11 mandados de busca e apreensão, inclusive em escritórios de advocacia.

Os investigados são membros de uma associação criminosa especializada no crime de parcelamento irregular do solo e atuava também na prática dos crimes de falsificação de documentos, extorsão e ameaça. O grupo contava com a participação de advogados, que recebiam lotes em troca dos serviços prestados.

 

14 de mar foto02

As ações tiveram início quando integrantes do grupo invadiram uma chácara na região de Arniqueiras, próximo a Águas Claras, e iniciaram a venda de lotes por valores que variavam de R$ 70 mil a R$160 mil.

A área já foi objeto de ações de retirada pela Agefis. Todavia, após as ações, os criminosos retornavam ao local, retomavam o parcelamento e exigiam novos valores dos adquirentes (cerca de R$ 36), sob pena de serem excluídos do condomínio irregular. Durante a operação, foram também realizadas duas prisões em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Um dos investigados encontra-se foragido.

Divisão de Comunicação/DGPC
#PCDFAgora
#PCDFemAção
PCDF, excelência na investigação