Manejo dos resíduos tem preços reduzidos pela Adasa – Agência Brasília

Mais Lidas

Como limpar janela de alumínio sem arranhar e danificar

As esquadrias de alumínio são muito utilizadas nas janelas e também em portas de lavanderias. Além delas, pode ser...

Pela primeira vez, todos os alunos a partir da pré-escola receberão uniforme gratuito – Estrutural On Line

Por determinação do governador Ibaneis Rocha, todos os estudantes da rede pública de ensino do Distrito...

Diretora do CEF 2 da cidade Estrutural agradece a comunidade

Agradecemos a comunidade escolar do CEF 2 ESTRUTURAL pela confiança e apoio para estarmos à frente da direção da...

imagem06-01-2020-14-01-31
imagem06-01-2020-14-01-31
Novos preços, já reduzidos, valem para manejo de resíduos sólidos da construção civil provenientes de grandes geradores | Foto: Renato Araújo / Agência Brasília

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) editou a Resolução nº 17, alterando ato normativo anterior que estabelece os preços públicos a serem cobrados pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU) no manejo de resíduos sólidos da construção civil provenientes de grandes geradores.

A revisão extraordinária para o aprimoramento da metodologia de cálculo levou em consideração alterações ocorridas na contratação de empresa, pelo SLU, para a operação da Unidade de Recebimento de Entulho (URE), localizada no antigo Lixão. Com as novas deliberações, houve redução de 18,7 a 30,9% em relação aos preços estabelecidos anteriormente, por tonelada de resíduos.

Novos preços

Para os resíduos segregados, o preço por tonelada passa a ser de R$ 14,68 para R$ 11,93. Já para os não segregados, o valor decresce de R$ 26,91 para R$ 20,92 e, para os resíduos de podas e galhadas, de R$ 26,91 para R$ 18,60.

A gestão integrada de resíduos sólidos da construção civil e de resíduos volumosos no DF está em consonância com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, instituída em 2010.

A cobrança diferenciada por tipo de resíduos deveria ter entrado em vigor em 2018, mas uma representação junto ao Tribunal de Contas do DF (TCDF) adiou o processo, prevalecendo o valor contratual de R$ 10,92 por tonelada, até a revisão da nova metodologia de cobrança.

Modelos atuais

A resolução, submetida a audiência pública, estabelece dois modelos de cobrança para o manejo desses resíduos, por peso ou valor fixo por unidade de caçamba, equivalente a 4 toneladas de resíduos.

Na ocorrência de eventos que prejudiquem o fluxo normal da operação de pesagem, por problemas de avarias ou defeitos em balanças, a mensuração e a cobrança deverão corresponder ao equivalente a 50% da média aritmética dos pesos das cargas transportadas pelo veículo no mês anterior.

O novo ato normativo estabelece que 48% da receita anual obtida pela cobrança do preço público referente aos serviços de disposição final de resíduos da construção civil não segregados devem ser destinados a investimentos nas instalações operacionais e na realização de estudos técnicos e tecnológicos para a melhoria da prestação dos serviços.

Para mais informações, acesse a íntegra da Resolução.

 

* Com informações da Adasa

- Publicidade-

Últimas Notícias

Como limpar janela de alumínio sem arranhar e danificar

As esquadrias de alumínio são muito utilizadas nas janelas e também em portas de lavanderias. Além delas, pode ser...

Pela primeira vez, todos os alunos a partir da pré-escola receberão uniforme gratuito – Estrutural On Line

Por determinação do governador Ibaneis Rocha, todos os estudantes da rede pública de ensino do Distrito Federal receberão uniforme escolar completo,...

Diretora do CEF 2 da cidade Estrutural agradece a comunidade

Agradecemos a comunidade escolar do CEF 2 ESTRUTURAL pela confiança e apoio para estarmos à frente da direção da escola. Reafirmamos nosso compromisso em buscar...

Ataque de grupo terrorista mata 92 pessoas, entre elas vários cristãos

ANÚNCIOA República Federal da Somália, país localizado na África, está entre os três maiores perseguidores de cristãos do mundo, segundo a organização internacional Portas...
- Publicidade-

Notícias Relacionadas

- Publicidade-