MANU COELHO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

Os pequenos produtores rurais do DF passavam por muitas dificuldades para irrigar suas plantações. O sistema de tubulação, antigo, já não garantia uma boa distribuição de água – as perdas, estima o técnico da Emater Edivan Souza, ultrapassavam a casa dos 50%. Agora essa realidade começa a mudar, com a chegada do SOS DF Rural, programa implantado por meio de uma parceria entre a Secretaria de Agricultura do GDF, a Emater e agricultores.

Os canais de abastecimento, explica Edivan, foram construídos há mais de 20 anos pela extinta Fundação Zoobotânica do Distrito Federal (FZDF) para promover o desenvolvimento dos núcleos rurais, formados por pequenos agricultores de base familiar que sobrevivem da produção de hortaliças. “Sem o canal, não há como plantarem”, explica o técnico da Emater. “Já chegaram a ficar sem água. Com essa nova tubulação, as perdas serão zero”.

No Núcleo Rural Buriti Vermelho, no Paranoá, a água é captada de uma barragem próxima. Os 1.100 metros de tubos vão beneficiar 13 produtores rurais. O GDF oferece o maquinário e os tubos de PVC – grandes estruturas com quase meio metro de diâmetro que vão garantir água para a comunidade. A Emater-DF oferece a assistência técnica e os produtores, a mão de obra, em regime de mutirão.

O pequeno produtor rural Cleomar de Oliveira de França, 55 anos, se lembra bem do tempo em que ficou sem água em sua propriedade, onde produz mandioca, abóbora, batata-doce, milho verde e feijão-de-corda. “Foi uma época muito difícil, porque eu e minha família vivemos de nossas plantações”, conta.

Laerton Barnabé Batista, 65 anos, que vive com a família em uma chácara da região, se mostra animado com as obras iniciadas pelo SOS DF Rural. “Acredito que vai ficar aqui para sempre e beneficiar não somente a nós, mas também nossos filhos e netos”, comemora.

As obras

Dos 61 canais existentes no DF, 18 já foram recuperados, totalizando 37 km de revitalização, em núcleos rurais de Brazlândia, Paranoá, São Sebastião e Planaltina. Atualmente, quatro canais estão em obras nos núcleos de Santos Dumont (Planaltina) e Buriti Vermelho (Paranoá). Em Santos Dumont, serão totalizados 18 km, beneficiando 91 produtores. Mais dois canais serão construídos em Tabatinga e Capão Comprido.

FONTE: PMDF